Dominados pela Distração – Uma Relfexão!

Não estranhe o que vou lhe pedir a seguir, tem um propósito!

FECHE OS OLHOS E POR 2 MINUTOS FIQUE EM SILÊNCIO, CONCENTRE O SEU PENSAMENTO EM DEUS. NÃO DIGA NADA!

E aí, você conseguiu não deixar o seu pensamento vagar? Ou você se distraiu e perdeu o Foco?

Diga-me, porque hoje é tão difícil orar, ler e meditar nas Escrituras e ter uma vida com Deus? Talvez, uma das respostas para essa pergunta esteja neste artigo que lhe proponho hoje.

O EMPOBRECIMENTO DA ATENÇÃO

Daniel Goleman, autor do Best-Seller: “Inteligência Emocional”, afirma em seu novo livro – Foco: No século 21 terá sucesso quem for capaz de manter a atenção!

Segundo o autor, devido à quantidade de informações e mensagens que recebemos diariamente, cada vez mais concisas, diminui gradativamente a nossa capacidade de atenção. Por quê?

Veja abaixo alguns trechos do Livro:

Numa época em que as possibilidades de distração parecem intermináveis – e-mails, mensagens, redes sociais, vídeos engraçados e imagens eróticas –, o segredo para o sucesso no século 21 está na habilidade de se manter atento”. [Grifo meu]

A enxurrada de dados que nos atinge leva a atalhos desleixados, como selecionar e-mails pelo assunto, pular muitas das mensagens de voz, ler por alto mensagens e memorandos“, diz o autor.

Não é apenas que tenhamos desenvolvido hábitos de atenção que nos tornam menos eficientes, mas que o peso das mensagens nos deixa muito pouco tempo para simplesmente refletir a respeito do que elas realmente significam“. [Grifo meu]

Todos esses recursos e tecnologias atuais estão invadindo nosso espaço privado e degradando nossa habilidade de concentração… Um amigo me contou: Fui visitar uns primos em Nova Jersey recentemente, e os filhos deles tinham todos os aparelhos eletrônicos conhecidos pelo homem. Tudo o que vi foi a cabeça deles. Passavam o tempo todo conferindo os iPhones para ver quem havia lhes mandado mensagens e o que havia sido atualizado no Facebook ou ficavam perdidos em algum vídeo game. Eles ignoram completamente o que está acontecendo ao redor e não fazem idéia de como interagir com alguém durante qualquer período de tempo”.

As crianças de hoje estão crescendo numa nova realidade, na qual estão conectados mais a máquinas e menos a pessoas de uma maneira que jamais aconteceu antes na história da humanidade. Isso é perturbador por diversos motivos. Por exemplo: o circuito social e emocional do cérebro de uma criança aprende através dos contatos e das conversas com todos que ela encontra durante um dia. Essas interações moldam o circuito cerebral. Menos horas passadas com gente — e mais horas olhando fixamente para uma tela digitalizada — são o prenúncio de déficits… Todo esse envolvimento digital cobra um custo no tempo dedicado a pessoas de verdade — o meio em que aprendemos a “ler” sinais não verbais. A nova safra de nativos do mundo digital pode ser muito hábil nos teclados, mas é completamente desajeitada quando se trata de interpretar comportamentos alheios frente a frente, em tempo real”.

Há também um preço a ser pago pela diminuição da atenção entre os adultos. No México, a executiva de contas de uma grande rede de rádio reclama: “Alguns anos atrás, podíamos fazer um vídeo de cinco minutos para apresentarmos a uma agência de publicidade. Hoje, precisamos nos limitar a, no máximo, um minuto e meio. Se não prendermos a atenção nesse período, todo mundo começa a checar mensagens.” Um professor universitário que leciona cinema me contou que está lendo uma biografia de um de seus heróis, o lendário diretor francês François Truffaut. Mas ele diz: “Não consigo ler mais de duas páginas por vez. Sinto uma necessidade incontrolável de entrar na internet e ver se recebi novos e-mails. Acho que estou perdendo a minha capacidade de manter a concentração em qualquer coisa séria.” A incapacidade de resistir a conferir o e-mail ou o Facebook em vez de nos focarmos na pessoa que está conversando conosco leva ao que o sociólogo Erving Goffman, um magistral observador da interação social, chamou de um “fora”, um gesto que diz à outra pessoa que “não estou interessado” no que está acontecendo aqui e agora”.

Quando fica muito tempo sem conferir o celular, uma executiva da indústria editorial confessa que fica com uma “sensação irritante. A gente perde aquele barato que sente quando há uma mensagem. Sabemos que não é legal ficar checando o celular quando estamos com alguém, mas é viciante”. Assim, ela e o marido têm um pacto. “Quando chegamos em casa do trabalho, guardamos os telefones numa gaveta. Se o aparelho fica na minha frente, eu fico ansiosa, simplesmente preciso conferir se não chegou nada. Mas agora tentamos estar mais presentes um para o outro. Conversamos”.

“O nosso foco está continuamente lutando contra distrações, tanto internas quanto externas. A questão é: o que as nossas distrações estão nos custando? Um executivo de uma empresa financeira me disse: “Quando percebo que a minha mente esteve em outro lugar durante uma reunião, me pergunto quais oportunidades eu perdi ali mesmo.”

Nota: Lógico, há controvérsias. Mas, tal proposição nos ajuda a refletir sobre a realidade de hoje; principalmente para nós cristãos, para os quais a Bíblia exorta a que não se distraiam com as coisas do mundo.

O autor aborda dois problemas: As Muitas DISTRAÇÕES e a Perda de FOCO que, dentre outras coisas, nos desviam dos verdadeiros objetivos e prioridades da vida. O que será que a BÍBLIA tem a nos dizer sobre isto?

> Não a total distração1 Co 7:35 “E digo isto para proveito vosso; não para vos enlaçar, mas para o que é decente e conveniente, para vos unirdes ao Senhor sem distração alguma”.

> Dividir sabiamente o tempo – Ec 3:1 “Há um tempo determinado para todo o propósito debaixo do céu”

> Objetivo e PrioridadeFp 4:13,14 “… mas, uma coisa faço, e é que, esquecendo me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo… [Objetivo]”. (Grifo meu)

> Atalaias Vigilantes – Jr 6:17 “Também pus atalaias sobre vós, dizendo: Estai atentos ao som da Trombeta…

E AÍ, QUAL É A SUA OPINIÃO? Participe e Deixe o seu Comentário!

Esse post foi publicado em Artigos e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Dominados pela Distração – Uma Relfexão!

  1. rubenisia disse:

    Esse livro tem uma boa reflexão para nós. Até para quem não esta enquadrado neste sistema que realmente fique alerta para não se tornar dependente!

    Curtir

  2. Silvania disse:

    Paz Pastor Alex
    Que ótima esta palavra meu pastor abençoado.
    Falou novamente grandemente comigo.
    Novamente porque lembrei que em alguma ministração o senhor já nos trouxe esta palavra.
    Estou voltando para o foco.
    Até mais
    Silvania

    Curtir

    • Oi Sil, a paz!

      Que bom que deu uma passada aqui! Fique a vontade para Ler e Comentar; com certeza vc encontrará aqui muitas mensagem que eu já preguei na Igreja, mas é bom para relembrar e praticar.

      Que o Senhor lhe abençõe!

      PAZ

      Curtir

Participe deixando um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s