NÃO APENAS CONVENCIDO!

Por Pr Alex Oliveira

Antes de tudo, e que isto fique gravado em nossos corações, leiamos 1 Coríntios 16.14: “Sejam todos os vossos atos feitos com amor”.

Sim, parece óbvio! Ainda mais para nós cristãos! Acontece que na prática nem sempre é assim. Tenhamos em vista o que diz o evangelho de Mateus 24.13.

É importante lembrar que o contexto dessa frase (Mt 24.13), proferida por Jesus, parece nos indicar que o Mestre estava falando de nós, ou melhor, do nosso “meio”, do nosso “círculo”. Não obstante a isto, vemos que essa mesma passagem tornou-se característica da sociedade em que vivemos hoje.

Eu poderia aqui listar e falar das várias causas que levam a sociedade a cumprir Mateus 24.13 (estou fazendo de propósito para que você leia a passagem), que, a meu ver, são muito evidentes: A tecnologia, que facilita de um lado, mas afasta de outro; O egoísmo exacerbado; O capitalismo selvagem; A indiferença; A “falta” de tempo; O afastamento da ética cristã, etc. etc. etc..  Contudo, não falarei delas pormenorizadamente (apesar de já ter falado um pouco); portanto, prossigamos…

Quem nunca ouviu a estória do “porco e da galinha”; cuja estória, muitas vezes, é contada em seminários e palestras de motivações? Se você nunca leu ou ouviu, deixo a seu critério uma rápida consulta a qualquer mecanismo de “Busca”. Essa bela estória contém em si verdades interessantes, e, expressa bem o quero dizer neste artigo.

Contando que você já conhece e já leu a referida estória; Se posso fazê-lo, apenas trocarei o termo “ENVOLVIDO” da estória por outro termo que nos serve bem – “CONVENCIDOS”.

Pois bem, é o que muitos de nós estamos: APENAS “CONVENCIDOS”!

A impressão que nos é passada na estória é tal qual é hoje em nosso “meio” (Sem qualquer comparação pejorativa, mas sim, uma ilustração comparativa).

Tal é a situação de alguns irmãos crentes, evangélicos e protestantes, estão “apenas e tão convencidos” do seu DEVER: De pregar, de orar, de “evangelizar”, etc.!

Cito exemplo de alguns que:

  • Gostam de pregar e de converter os outros a força, mas não estão preocupados em fazê-lo e conduzir-los em amor; e pior, não se preocupam nem em viver o que pregam.

 

  • Há os que gostam de orar em casas ou em hospital, mas estão interessados em fazer número apenas, e não na pessoa em si. Não estão interessados no particular, no emocional do doente. A esses, parecem-lhes que o “ato de orar por” é mais importante do que o “ser” humano. Muitas vezes somo mais “um” que passou ali e orou sem se importar verdadeiramente com a pessoa.

 

  • Há, também, aqueles que tudo fazem, mas se interessam mesmo pelo poder, status, se preocupam em aparecer. Alguns gostam de envolverem-se em discussões vãs, que não levam a nada, a lugar algum!

Conheço pessoas que não são cristãos ou são desviados do caminho e que “fogem” dos “crentes”, simplesmente, porque estes estão interessados apenas em cumprir com o seu dever e não em se comprometer com as pessoas, em dar-lhes apoio.

Se muitos de “nós” soubéssemos a diferença entre estar “envolvidos/convencidos” e “comprometidos”, pelo menos a reflexão estaria garantida!

Não que o estar envolvido/convencido seja o problema; antes, o só estar, que é o problema. Enquanto que estar envolvido/convencido não é, de maneira nenhuma, a mesma coisa que estar “comprometido”; esta última palavra subentende as primeiras, e vai mais além!

Posso dizer que, de certa forma, a pessoa que esta comprometida está, necessariamente, convencida/envolvida e, portanto, CONVERTIDA!

O maior exemplo de comprometimento e de envolvimento é o próprio Deus. Vejamos o versículo áureo da bíblia, um dos mais importantes, se não o mais. João 3.16 “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Espera-se daquele que se diz cristão e que diz que ama a Deus, tenha o mesmo nível de comprometimento e envolvimento que o seu Mentor e Criador em relação às pessoas (João 13.34/ 1º João 4).

Agora para compreendermos e praticarmos esse mesmo amor precisamos olhar e refletir em 1º Coríntios 13. Em especial medite no versículo 7 do mesmo livro e capítulo e verás que é a atitude de Deus em relação a nós, seres humanos: “tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

  • Sofre por você e junto contigo.
  • Crê/ acredita em você.
  • Espera a sua volta, a sua atitude.
  • Suporta a sua indiferença, seus maus costumes.

 

Assim é Deus; Deus é assim! Tomemos seu exemplo!

Precisamos estar comprometidos, envolvidos e convencidos não apenas com Deus, com a sua palavra, com o nosso dever; mas, também, com as Pessoas; devotando-lhes o VALOR e o AMOR que nosso Mestre e o nosso Pai Celeste lhes devotam.

DEUS PRECISA NESTES ÚLTIMOS TEMPOS DE CRENTES COMPROMETIDOS E NÃO APENAS CONVENCIDOS!

Enfim… Termino como comecei: “Sejam todos os vossos atos feitos com AMOR” (1º Coríntios 16.14).

Esse post foi publicado em Esboços de Pregações e marcado , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para NÃO APENAS CONVENCIDO!

  1. disse:

    Nem todos que estão envolvidos estão comprometidos.
    Gostei !

    Curtir

  2. disse:

    Alex onde posso pegar a foto do seu perfil? estou precisando para colocar no slid de fim de ano do meu blog. Paz!

    Curtir

  3. Paz Rô!

    Lhe respondi no seu blog, mas lhe responderei aqui também. Você pode pegar na aba “Quem sou”; mas, se desejar outra, eu lhe mando por e-mail. Deus lhe abençõe!!

    Curtir

  4. carlos chico disse:

    Adorei é uma maravilha e assim como disse o apostolo Paulo,( não me canso de vos dizer as mesma coisas) eu tambem pesso que não se cansem de nos dizer as mesmas coisa, porque é na repetição que se alcança a perfeição. Muito obrigado que Deus abençõe esta equipa maravilhosa hoje e sempre amém.

    Curtir

  5. Amém meu irmão Carlos. Que assim seja!! Faços votos pela sua vida e familia, que Deus vos abençõe!!

    em Cristo,

    Pr Alex.

    Curtir

  6. Edna Moraes Sousa disse:

    tudo isso me fez ver como somos ingratos para com Deus, que o Senhor te abençoe Pr Alex . precisamos realmente de uma verdadeira conversao porque há mais cristao convencidos do que convertido.

    Curtir

    • Olá Edna, que a graça e paz de Cristo sejam contigo!!

      Primeiro, seja bem vinda ao blog, sinta-se a vontade!
      Segundo, concordo plenamente contigo, e como diz o post, precisamos não apenas estar convencido, mas convertidos!

      Que Deus, ricamente lhe abençõe!

      Pr Alex.

      Curtir

Participe deixando um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s